O que é Umbanda?

O que é Umbanda?

por Manoel Lopes

 

Neste texto vamos interromper nossos estudos de Fitoenergética para falarmos um pouco sobre o que pensamos sobre a umbanda.

Lembramos que os assuntos que estamos apresentando neste blog de estudos, são novas experiências realizadas por umbandistas, são novos conhecimentos que devem ser estudados, debatidos e aplicados, sempre com o objetivo de auxiliar aos necessitados da alma e do corpo que procuram nossas casas espirituais.

Em nenhum momento estamos preocupados em ditar regras ou impor doutrinas, sabedores que somos da grande diversidade de rituais e princípios existentes na Umbanda.

Para aqueles que ainda possuem dificuldade para entenderem esta grande diversidade de rituais existentes na umbanda, sugerimos a leitura do texto de nossa autoria  “Umbanda Uma Visão Sistêmica“ que deve ser lido no link https://www.blog.mataverde.org/archives/187

O que propomos e estimulamos é que os umbandistas, independente da orientação que estejam seguindo, procurem as respostas, se desenvolvam, se libertem das amarras dos preconceitos, não sejam somente joguetes nas mãos de pessoas ignorantes e mal intencionadas.

A Umbanda em hipótese alguma deve ser utilizada para subjugar, para impor medos, restrições, preconceitos ou submissões.

A Umbanda é a luz que liberta da escravidão espiritual imposta pelas grandes religiões dogmáticas, a umbanda abre novos horizontes, liberta as almas que se encontram presas em preconceitos e dogmas milenares.

A Umbanda, através da simplicidade, humildade e caridade, traz o conhecimento espiritual necessário para equilibrar a nossa sociedade materialista, totalmente desorientada de princípios e das verdades espirituais.

O grande livro seguido pela umbanda á o livro da natureza, o livro da vida e dos bons exemplos.

Entendemos a umbanda não somente como uma religião, como as diversas existentes na atualidade, que brigam entre si para disputarem seus adeptos, para dominarem as consciências e cobrarem  dízimos.

A Umbanda não necessita de templos formosos, nem de catedrais monumentais, seu maior templo foi construído pelo criador, é a própria natureza.

Caboclo Mata Verde ensina, e nós aceitamos que a umbanda é muito mais do que uma religião.

Os espíritos não precisam e nem possuem religião, são os humanos ignorantes do conhecimento espiritual que ainda necessitam.

A Umbanda é uma verdadeira escola espiritual, onde todos os assuntos devem ser abordados, estudados, compreendidos e aplicados no dia a dia.

Como dizia Caboclo Mirim: Umbanda é a escola da vida.

Umbanda é mais que uma religião, umbanda é arte, é filosofia, é ciência é o conhecimento universal.

No Núcleo Mata Verde entendemos a umbanda como uma verdadeira escola iniciática; onde amigos espirituais, mestres espirituais nos auxiliam na busca deste conhecimento maior.

Caboclos, Pretos Velhos, Crianças, Exus são nossos amigos, mas são amigos especiais, são verdadeiros mestres que veem em nosso auxilio, para em conjunto com os umbandistas iniciados nesta sabedoria universal, auxiliarem a todos aqueles necessitados, e que ainda materializados, buscam ajuda em nossas casas espirituais.

Casas espirituais, Terreiros, Tendas  são verdadeiros Templos Iniciáticos da atualidade.

É com tristeza que nos deparamos com notícias como  o caso do menino de nove anos que foi assassinado em Brejo da Madre de Deus, e seus assassinos após serem presos afirmarem que o  menino foi sacrificado em ritual religioso e que eram Umbandistas.

A entrevista pode ser assistida no link http://www.cardinot.com.br/parte-4-o-caso-do-menino-de-9-anos-assassinado-em-brejo-da-madre-de-deus/

São psicopatas, doentes mentais, miseráveis da alma e da vida e que com toda certeza não eram umbandistas, nunca foram e com toda certeza serão cobrados pela justiça divina.

Saravá!

São Vicente, 22/07/2012

Manoel Lopes – Dirigente do Núcleo Mata Verde

Obs.: ESTE TEXTO PODE SER REPRODUZIDO, DESDE QUE SEJA NA ÍNTEGRA E QUE SEJA CITADA A SUA ORIGEM

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Rodolpho disse:

    Prezado Manoel e Staff,

    Sou admirador de seu trabalho e tenacidade frente a todas as adversidades conscienciais de fundo evolutivo que assolam os arquétipos que frequentam a grande maioria dos Templos Umbandistas.

    A diversidade abraça a Umbanda como nunca antes abraçou uma religião ou filosofia. Trabalha desde o mais baixo espiritualismo (ainda com holocausto de seres vivos racionais e irracionais) até as grandes escolas iniciáticas dos Ashtar Sheran Cósmicos.

    Dentre esta diversidade existe a linha tênue entre o que é o bem, o amor, a fraternidade e a CARIDADE.

    Muitos dizem que Umbanda é CARIDADE. Pergunto onde?

    * Nossos templos UMBANDISTAS raramente fazem ações sociais duradouras.

    * Caridade não é dar o que o consulente quer e sim o que ele necessita. Caridade não é dar uma promoção, nem tão pouco um carro novo, menos ainda acertar a vida sexual do “necessitado”.
    E todos sabemos que grande, imensa e imensuravel parte da coletividade faz estes ritos. QUE NADA TÊM HAVER COM CARIDADE OU EVOLUÇÃO.
    Parecem igrejas evangélicas com sua TEORIA DA PROSPERIDADE.

    Onde o mais importante é ter o Terreiro cheio… Isto é EGO e não caridade!!!

    * Casas de meretrício (prostituição), seus frequentadores não podem fumar. Já em um terreiro de umbanda fumam e muito… Esta postura vai contra a ordem social e a mecânica da boa saúde física e mental.

    * CARIDADE É DEDICAÇÃO E DISCIPLINA NA ESPIRITUALIDADE E A SOMA DESTAS ILUSTRAM O AUTOCONHECIMENTO e A REFORMA ÍNTIMA NOS MÉDIUNS E FREQUENTADORES. Assim fazendo um mundo melhor.

    * Umbanda é natureza, então reflitam….

  2. Marcus Vinicius de Oliveira Faria disse:

    Boa tarde!
    O texto é a Síntese da Umbanda e eu concordo com ele plenamente. Aliás, sou um grande admirador do trabalho desenvolvido pelo sr. Manoel Lopes, na minha opinião, brilhante dirigente do Núcleo Mata Verde.
    Eu ainda acrescentaria que Umbanda é caridade, é se fazer obem sem olhar a quem. São as Forças da Natureza mostrando a que vieram!
    Um grande abraço a todos!
    Marcus Vinicius.

  3. Josilene P. dos Santos disse:

    Realmente, o texto fala tudo. O verdadeiro umbandista traz consigo o ajudar e fazer o bem sem olhar a quem. Infelizmente ainda há espíritos maléficos vestidos na roupagem humana cometendo atos hediondos para tentar denegrir a imagem dessa religião tão linda. Por isso devemos a cada dia lutar em prol da nossa umbanda, pois somente através do conhecimento é que serão extintos tantos preconceitos e julgamentos indevidos.
    Como o mestre Jesus ensinou: “amar o teu próximo com a ti mesmo”.
    Saravá Umbanda.

  4. Eliane Mendes de Lima disse:

    A Umbanda é uma doutrina, uma filosofia de vida, que muito mais do que impor regras, como as religiões atuais, nos mostra que o caminho é construído com nossas ações e por elas somos responsáveis. Estudar, aprender, ler a respeito, e acima de tudo, observar e escutar os Guias são passos fundamentais. É responsabilidade de cada Casa de Umbanda também orientar os que ali entram, para que não vejam nossos Templos como último recurso e pensem que ali se fará qualquer coisa. É preciso fazer com que as pessoas entendam a responsabilidade de ser médium. Hoje mesmo fui surpreendida com a triste notícia do falecimento de uma amiga, a qual estava sofrendo de uma obsessão muito séria, a ponto de interferir em sua rotina, mas que, para ela, era devido ao fato de ser uma médium muito forte, que acertava em tudo que dizia, e trabalhava todos os dias da semana em sua casa atendendo muita gente… as tentativas de orientar e ajudar essa irmã foram vãs, e os obsessores passaram a sugar sua energia de tal forma que ela perdeu a saúde e a vida, deixando 3 crianças orfãs… Infelizmente nossa Doutrina ainda é compreendida como “poder” por muitos irmãos, ignorantes do fato de que recebemos aqui uma missão a ser cumprida e não devemos tratar os Guias como nosso oráculo particular! Seu texto vem muito a calhar sobre este tipo de esclarecimento. Já o compartilhei em minhas redes sociais! abçs e mta luz!

  5. Sergio Estrellita disse:

    Concordo meu irmão de fé! Umbanda é a manifestação do espírito para a caridade! Aprendemos junto com os mestres fundadores desta doutrina de amor, fé, religiosidade e luz! Desde muito cedo, fui acalentado pelos nossos queridos pretos-velhos! Acompanhei o meu pai, desencarnado, em uma missão no Cantinho dos Pretos-Velhos, sob a orientação de Pai Miguel de Angola, posteriormente sob a orientação de Pai João do Congo, nosso querido velhinho que até hoje nos orienta na vibração! Aprendi muito na seara de caboclo, na manifestação das energias da natureza e dos trabalhos dos nossos Exus! Fudamentalmente esta foi a UMBANDA que conheci e tenho certeza que o irmão está reconhecendo! Afinidades! Um forte abraço! Paz, Luz e Bem! Saravá!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda a pergunta *

Provided by orange county short sale specialist