Estamos encerrando mais um curso presencial do Arapé – O Caminho da Luz.

Esta nova turma formada por novos membros da casa e demais  interessados, foi muito produtiva e teve uma grande participação de todos os alunos, sempre com muito interesse e dedicação.

Curso Arapé - 2012

Curso Arapé – 2012

 

Curso Arapé - 2012

Curso Arapé – 2012

Arapé é uma técnica desenvolvida no Núcleo Mata Verde que tem a finalidade de equilibrar as pessoas, utilizando uma força que é chamada de Abá Pyatã.

Abá Pyatã é uma das sete vibrações ou forças primordiais, essenciais à existência humana.

Esta técnica, tem como principal finalidade o equilíbrio vibracional das pessoas, e desta forma facilitar a cura para certos tipos de doenças que muitas vezes a medicina tradicional não obtém resultados eficazes.

Sua ação se processa em diversos níveis: físico, mental, emocional e espiritual.

Trabalhamos com o conceito das sete forças primordiais que são forças ou vibrações  originárias nos sete reinos sagrados.

Estes sete reinos sagrados, nada mais são que as sete linhas da umbanda.

São sete reinos primordiais e universais, onde atuam as sete hierarquias espirituais comandadas pelos sete Orixás primordiais.

Estas sete forças são designadas com nomes em Tupi, para facilidade de estudo e para evitar mal entendido com outras doutrinas espiritualistas.

Arapé, portanto, é uma técnica que auxilia  as pessoas  e  tem seus princípios dentro da visão  doutrinária umbandista seguida pelo Núcleo Mata Verde.

Quando fazemos os cursos no Núcleo Mata Verde, incluímos sempre alguns conceitos básicos, e que são muito importantes para o entendimento de todos os fenômenos existentes na Umbanda.

Iremos neste texto abordar o conceito da estrutura da matéria, da maneira que é estudada no Núcleo Mata Verde e que foi apresentada neste curso do Arapé.

Embora seja um conceito básico e fundamental, que todos os umbandistas deveriam conhecer, verificamos praticamente em todos os cursos, que muitos desconhecem estes princípios fundamentais.

Temos como primeiro principio fundamental a existência de duas  essências completamente diferentes entre si:  A matéria e o Espírito.

É ponto pacífico na doutrina seguida pelo Núcleo Mata Verde, que matéria e espírito são princípios diferentes e que um não se transforma no outro.

Espírito nunca poderá se transformar em matéria, assim como matéria nunca se transformará em espírito, embora haja entre estas duas essências uma interação.

É este outro ponto fundamental da doutrina: O espírito age sobre a matéria, sobre a energia e através desta ação é que o universo material toma sua aparência e propriedades conhecidas por todos nós.

Aqui é importante lembrarmos que segundo a física moderna matéria (massa) é energia, portanto podemos concluir que espírito também não é energia.

É muito comum ouvirmos pessoas afirmarem que Deus é uma forma de  energia, ou quando indagadas sobre o espírito afirmarem que também é uma forma de energia. Dentro da visão doutrinária do Núcleo Mata Verde esta afirmação é um grande equívoco, pois espírito também não é energia, pois se fosse, poderia se transformar em matéria o que contraria o principio apresentado anteriormente.

Acreditamos ser o espírito a fonte da inteligência, a fonte da informação.

São estas informações, geradas pelos espíritos, que irão estruturar a energia, irão dar forma a matéria e a toda a realidade conhecida através dos órgãos do sentido.

Podemos fazer uma analogia com o computador.

A matéria seria o hardware, a parte física do computador e o espírito o software o programa que roda na máquina e que faz com que tudo aconteça. A energia está na massa do computador que você pode pesar e quantificar, já o software (o programa) é somente informação que você não tem como pesar, pois não possui massa e, portanto não é energia.

Agora que sabemos da existência de dois princípios diferentes: Matéria (energia) e o espírito, iremos apresentar mais um fundamento doutrinário.

Entendemos o universo formado pela realidade física que a ciência tradicional estuda e conhece bem, e outra realidade, que alguns chamam de realidade espiritual.

Também conhecido como  universo físico e universo extrafísico.

O extrafísico é o que está fora desta realidade espaço-tempo estudada pela ciência e conhecida por todos nós.

Podemos chamar também de mundo material e mundo espiritual, ou como é conhecido pelos africanos de Aiyê e Orun.

Este segundo principio doutrinário afirma existir duas realidades, que resumidamente são:

Aiyê => Mundo Material => Universo Físico

Orun=>Mundo espiritual => Universo extrafísico

A matéria (energia) tem sua existência no Aiyê (mundo material) e o espírito (fonte da informação) tem sua existência no Orun (mundo espiritual).

O universo físico ou Aiyê é onde vivemos, é o mundo material com tudo aquilo que conhecemos e onde desenvolvemos nossa existência carnal.

O universo espiritual ou Orun é onde vivem os espíritos, inclusive o nosso espírito que comanda nosso corpo material.

Aqui é importante chamar a atenção novamente: O espírito vive no universo espiritual e nunca poderá passar a existir no universo material, da mesma forma a matéria existe no universo material e nunca existirá matéria (ou energia) no universo espiritual.

Embora sejam essências diferentes e possua cada uma seu universo onde se manifestam em sua forma plena, uma essência interage com a outra.

Este é o terceiro principio básico da doutrina: O mundo espiritual interage com o mundo material.

Interagir não significa se transformar, pois como já mencionado acima, matéria não se transforma em espírito e nem espírito se transforma em matéria.

Para entendermos como o espírito age sobre a matéria estudaremos um modelo didático que facilita a compreensão deste processo, e é este exatamente o assunto deste texto.

Estudamos no Núcleo Mata Verde um conceito chamado de Campo Estrutural.

Campo estrutural pode ser definido de forma bem simples, como estruturas criadas pelos espíritos no universo espiritual.

Este assunto já foi abordado em vários textos aqui no Blog de estudos, em breve estaremos escrevendo outro texto sobre o Campo estrutural.

Este é o quarto principio doutrinário: Espíritos geram estruturas na dimensão espiritual e que chamamos de Campo Estrutural.

É o campo estrutural o responsável por todas as estruturas existentes, tanto na realidade física como na espiritual, é ele o modelador da matéria.

Entre outras coisas é o campo estrutural o responsável pelo corpo espiritual, ou pelo perispírito como é conhecido pelos espíritas.

Como é o Campo Estrutural o modelador da matéria e também sabemos que sua existência é na dimensão espiritual ou no Orum, podemos afirmar a existência de “duplos” de tudo o que existe na superfície da Terra.

Este é o quinto principio doutrinário: Tudo o que  existe no universo material possui um duplo no Orum, ou na dimensão espiritual. Este duplo, ou modelador da matéria, é chamado no Núcleo Mata Verde de Campo estrutural e sempre é mantido por vibrações espirituais.

Falta falarmos de mais um conceito abordado neste estudo básico sobre a estrutura da matéria, o campo etérico.

Embora o conceito de corpo etérico seja utilizado em várias escolas espiritualistas existem várias versões, ou interpretações, sobre a natureza deste corpo.

Iremos apresentar agora a definição de campo etérico, como é estudado no Núcleo Mata Verde.

Campo etérico é definido na doutrina seguida pelo Núcleo Mata Verde, como a somatória de toda radiação eletromagnética gerada pela matéria.

Sabemos que a matéria é formada por átomos, e estes átomos geram campos eletromagnéticos de várias frequências, portanto tudo o que existe sobre a superfície da Terra possui ao seu redor campos eletromagnéticos.

Seja um punhado de terra, um copo de água, uma pedra, uma flor, um animal, uma pessoa, todos possuem ao seu redor campos eletromagnéticos gerados pela estrutura material.

Em outro texto iremos nos aprofundar mais neste estudo do Campo Etérico, por enquanto é importante definirmos que o campo etérico pertence a matéria, sua existência é no Aiyê, no universo material. É energético, e se manifesta de várias formas e intensidades diferentes.

Este é então o sexto principio doutrinário: Toda matéria possui ao seu redor um campo chamado de campo etérico que possui natureza eletromagnética.

Podemos então definir a estrutura da matéria da seguinte forma:

Parte física (massa)

Parte etérica (campo eletromagnético)

Parte estrutural (Campo estrutural de natureza mental e emocional)

Parte espiritual (vibrações geradas por espíritos)

A imagem abaixo apresenta estes quatro elementos fundamentais da matéria e sua origem (Orum ou Aiyê).

 

Estrutura da Matéria

Estrutura da Matéria

 

Toda vez que movimentamos forças num trabalho de umbanda, através de cantos, banhos com ervas, defumações, passes e descarregos, ativamos forças e vibrações nestas quatro estruturas: Física, etérica, estrutural (mental e emocional) e espiritual.

Em outra oportunidade iremos desenvolver em maiores detalhes os conceitos apresentados neste texto e falaremos sobre os diversos tipos de interações existentes entre as pessoas e a natureza.

Somente como último comentário , no caso do Arapé trabalhamos no campo etérico das pessoas e sua ação se reflete tanto no físico como no estrutural.

Saravá Umbanda!

São Vicente, 29/11/2012

 

Manoel Lopes – Dirigente do Núcleo Mata Verde

 

Obs.: ESTE TEXTO PODE SER REPRODUZIDO, DESDE QUE SEJA NA ÍNTEGRA E QUE SEJA CITADA SUA ORIGEM

Registre seu comentário, suas sugestões e críticas!

 

http://www.blog.mataverde.org/wp-content/uploads/2012/12/arape2.jpghttp://www.blog.mataverde.org/wp-content/uploads/2012/12/arape2-150x150.jpgManoel LopesArapeDoutrina
Estamos encerrando mais um curso presencial do Arapé – O Caminho da Luz. Esta nova turma formada por novos membros da casa e demais  interessados, foi muito produtiva e teve uma grande participação de todos os alunos, sempre com muito interesse e dedicação.   Arapé é uma técnica desenvolvida no Núcleo Mata...