É com alegria que publicamos mais um número da Revista Umbanda – Escola Iniciática do Caboclo Mata Verde.
Este mês a revista é dedicada aos 112 anos da Umbanda.

A foto da capa da revista é a casa de Zélio de Moraes, onde a Umbanda começou.
É com alegria que podemos compartilhar com os leitores um pouco da história da umbanda.
Estamos vendo alguns “lobos em pele de cordeiro” criticarem de forma desonesta, a umbanda e os primeiros homens que dedicaram suas vidas em prol da nossa religião.
Graças a estes vanguardeiros é que temos nos dias atuais uma Umbanda forte, esclarecida e consciente.
Infelizmente estes oportunistas do terceiro milênio, estão querendo apagar o brilho desta linda religião, jogando dúvidas e críticas infundadas sobre a origem da umbanda.
Não sabemos o que os move, mas com certeza, não possuem boas intenções.
O Caboclo das Sete Encruzilhadas já alertava: “É preciso haver sinceridade, honestidade e eu previno, sempre aos companheiros de muitos anos: a vil moeda vai prejudicar a Umbanda; médiuns que irão se vender e que serão, mais tarde, expulsos, como Jesus expulsou os vendilhões do templo”.
Esperamos sinceramente que o conteúdo desta revista sirva de referência para todos os umbandistas, assim como, aos estudiosos desta maravilhosa religião brasileira.
Tenham todos, uma boa leitura.
Faça o download da Revista Umbanda – Escola Iniciática do Caboclo Mata Verde, do mês de Novembro/2020
Para fazer o Download da revista, clique no link abaixo:

http://mataverde.org/download.php?c=29

Revista Umbanda

http://www.blog.mataverde.org/wp-content/uploads/2020/11/capa_revista112020.jpghttp://www.blog.mataverde.org/wp-content/uploads/2020/11/capa_revista112020-300x300.jpgManoel LopesAtualidadesDoutrinaEstudosHistoria da umbandaRevistahistória da umbanda,Revista Umbanda,zélio de moraes
É com alegria que publicamos mais um número da Revista Umbanda – Escola Iniciática do Caboclo Mata Verde.Este mês a revista é dedicada aos 112 anos da Umbanda. A foto da capa da revista é a casa de Zélio de Moraes, onde a Umbanda começou.É com alegria que podemos...