Felicidade e Sucesso

No Núcleo Mata Verde utilizamos uma palavra chamada ARAPÉ.
Ela tem origem Tupi e é formada pelas palavras “ARA” e “APÉ” e significa “O Caminho da Luz”.
Esta palavra foi inicialmente utilizada para designar uma técnica de fluidoterapia desenvolvida no Núcleo Mata Verde e que tem como principio as sete vibrações existentes nos sete reinos sagrados. É um tratamento espiritual para o equilíbrio do corpo, mente e espírito.
Os sete reinos sagrados é a base da doutrina seguida no Núcleo Mata Verde e já tivemos oportunidade de escrever bastante sobre estes sete reinos, também realizamos vários cursos presenciais e a distância.
É a partir destes sete reinos, que são etapas da formação do planeta Terra, que surgem as sete vibrações primordiais, as sete hierarquias espirituais, os setes guardiões, os sete Orixás regentes, os sete elementos ritualísticos etc…
É também, através destes sete reinos, que o espírito faz a sua caminhada evolutiva, partindo da sua condição inicial de mônada recém criada, até chegar nas esferas celestiais da espiritualidade superior.
A este caminho evolutivo chamamos de Arapé – “O Caminho da Luz”.
É o caminho da evolução espiritual, o caminho da luz espiritual, da sabedoria, do conhecimento universal.
Todos nós estamos caminhando nesta trilha evolutiva juntamente com nossos pares.
O Arapé é um conhecimento Umbandista, nascido dentro de um Terreiro de Umbanda e orientado pelos mentores da casa; é uma nova forma encontrada pela espiritualidade para abrir nossos olhos, diminuindo desta maneira nossas faltas e sofrimentos e acelerando o processo evolutivo.
Arapé é um conhecimento multifacetário e deve ser estudado com calma e paciência, não é um conhecimento que se adquire somente através da leitura de livros; para isso é necessário a vivência templária.
Embora não seja possível aprofundarmos nos ensinamentos do Arapé, somente através da leitura, podemos ir tateando alguns dos seus ensinamentos….
Vejamos algumas considerações e ensinamentos obtidos pelo estudo do Arapé.
Para que o homem encontre seu equilíbrio é necessário que ele esteja em equilíbrio com as sete vibrações primordiais, que nada mais são que o caminho evolutivo dos sete reinos sagrados.
Em cada um dos sete reinos encontramos um universo de ensinamentos e respostas para nossas dúvidas.
Vamos estudar um destes caminhos ensinados pelo Arapé.
Vejamos em cada um dos sete reinos, uma característica que necessitamos possuir em estado desenvolvido e equilibrado:
Reino do Fogo : Iniciativa
Reino da Terra: Justiça
Reino do Ar: Comunicação
Reino da Água: Amor
Reino das Matas: Liberdade
Reino da Humanidade: Fé
Reino das Almas: Espiritualidade

Iniciativa, Justiça,comunicação,amor,fé e espiritualidade são princípios básicos e necessários para que tenhamos a felicidade e o sucesso.
Reflita como você se encontra em cada um dos princípios citados acima.
Iniciativa:
É a iniciativa que nos faz andar, caminhar e buscar o que desejamos. Aquele que fica sentado esperando que as coisas lhe caiam do céu, prontas e perfeitas, será sempre um infeliz, estará sempre de mal com a vida e sempre estará a falar que não possui sorte na vida e nos negócios.
A espiritualidade espera que façamos a nossa parte, estamos encarnados para desenvolvermos nossas potencialidades e a força de vontade e a iniciativa são algumas destas potencialidades, nem todos a possuem. Os lideres são aqueles que já possuem em alto grau.
Não depende de idade, sexo ou raça; é uma característica do espírito e pode e deve ser desenvolvida por todos.
Com toda certeza é o primeiro passo para se ter sucesso em qualquer atividade.
No Arapé a iniciativa pertence ao primeiro reino, é o reino regido por Ogum. É o Guerreiro, é aquele que sai na frente, não tem medo do desconhecido e avança confiante.
Este vídeo mostra de forma bem simples o que acabamos de descrever:
[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=BCPrNg1SO_g[/youtube]
Justiça:
Justiça pertence ao segundo reino. O reino de Xangô, o Orixá das pedreiras.
Aquele que não é justo consigo mesmo e com seus semelhantes, nunca terá paz e sucesso na vida.
É respeitando os direitos dos outros que seremos respeitados e poderemos exigir que sejam justos conosco.
É respeitando a lei vigente que seremos justos, sejam leis humanas ou naturais.
Sabemos que as leis humanas são transitórias enquanto as leis naturais ou divinas são eternas, mas enquanto estiverem vigorando, as leis humanas devem ser respeitadas e cumpridas.
É aprendendo a respeitar as leis humanas, que aprenderemos a entender e respeitar as leis divinas.
Se acumulamos “Karmas” de outras vidas passadas é porque não respeitamos a lei divina em outras encarnações.
Se sofremos nesta vida, é porque não fomos justos com nossos semelhantes e agora recebemos a aplicação da lei do retorno em nossa vida.
O sofrimento que nos aflige, quase sempre, é a aplicação da justiça divina; fruto do desequilíbrio nosso em relação as vibrações do segundo reino.
Reflita o quanto você é justo, ainda dá tempo!
Comunicação:
Comunicação pertence ao terceiro reino, o reino do ar. Iansã é sua regente.
Vivemos na era da comunicação. Como dizia o “velho guerreiro”: Quem não se comunica se estrumbica .Essa frase revela algo real em nós seres humanos!
Somos aptos a nos comunicarmos, a nos expressarmos de diversas maneiras diferentes!
Não vivemos sem a comunicação, seja ela de qual natureza for!
Com palavras, com gestos, com o olhar, com o silêncio… podemos afirmar sem dúvida que a comunicação é o segredo do sucesso.
Quantos desentendimentos se originaram devido a falta de comunicação?
Veja este vídeo bem engraçado sobre este assunto:
[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=p9U2U_AKOCs[/youtube]
Antes de falar pense bem, escolha as palavras certas e tenha muito cuidado, pois poderá estar ofendendo sem querer seu semelhante.
Amor
Amor pertence ao quarto reino.
É o reino da água. O reino das emoções, da beleza, da sensualidade, da vida.
O reino das mães… Sua regente é Iemanjá a grande mãe.
Ninguém vive sem amor, a felicidade é proporcional ao seu amor pela vida, pelo seu semelhante.
Todos os grandes homens ensinaram e falaram muito sobre o amor.
Amar a Deus, amar a vida, amar sua família, amar seu semelhante, amar seu trabalho, sua religião, amar e amar muito….é este o segredo do sucesso.
Não basta falar sobre o amor, é necessário amar, amar muito.
Sempre é tempo para amar!
Liberdade
Liberdade pertence ao quinto reino.
O reino das matas, seu regente é Oxossi.
É caçador que caminha pelas matas em busca do desconhecido.
É aquele que abre novos horizontes, é aquele que caminha em busca do novo.
Ninguém poderá ser feliz e ter sucesso na vida se não tiver liberdade.
Seja livre, respire, caminhe, cante! Liberte seus pensamentos das amarras, não tenha medo de ser livre.
Liberte-se dos preconceitos, sejam eles de que natureza for.
A liberdade é um direito concedido por Deus!
Liberte-se das amarras da matéria, deixe seu espírito caminhar a vontade em busca de novos horizontes!
A Fé
Chegamos ao sexto reino.
O reino da humanidade, seu regente é Oxalá!
Ninguém consegue nada nesta vida, se não tiver fé!
Ter fé é acreditar, não duvidar.
Aquele que não tem fé vacila e se vacila não prospera.
Tenha fé em Deus, nos Protetores espirituais, na vida, na sua religião, em você!
Tenha fé na sua intuição!
Como nos ensinou Jesus: A fé remove montanhas!
Com toda certeza, a fé faz parte do nosso aprendizado, e aqueles que não a possuem sofrem!
Uma das origens do sofrimento é a falta de fé!
Espiritualidade
Chegamos ao último reino. É a porta de saída da matéria.
O sétimo reino, o reino dos velhos, da sabedoria, da magia, da transcendência, da espiritualidade.
Seu Orixá regente é Omulu!
É o único reino que não tem ligação direta com a matéria.
É o último dia da criação divina, onde Deus depois de criar o mundo descansou.
Segundo George Brown “A Espiritualidade é uma dimensão da pessoa humana que traduz, segundo diversas religiões e confissões religiosas, o modo de viver característico de um crente que busca alcançar a plenitude da sua relação com o transcendental. Cada uma das referidas religiões comporta uma dimensão específica a esta descrição geral, mas, em todos os casos, se pode dizer que a “espiritualidade” «traduz uma dimensão do homem, enquanto é visto como ser naturalmente religioso, que constitui, de modo temático ou implicito, a sua mais profunda essência e aspiração».[George Brown – “Spirituality: history and perspectives”]
Ninguém conseguirá ser feliz se não se espiritualizar.
Busque a espiritualidade.
Nós os umbandistas fomos presenteados por Deus. Vivemos em contato constante em nossos Terreiros com os amigos espirituais.
Liberte-se da matéria e busque a espiritualidade, preste muita atenção nos ensinamentos dos preto-velhos e dos Caboclos.
Chegamos ao final deste pequeno texto de apresentação do Arapé.
Leia com atenção,reflita sobre os sete reinos e suas sete forças e qualidades.
Ser feliz é encontrar o equilíbrio destas sete vibrações, é assim que os mentores do Núcleo Mata Verde nos ensinam.
Em cada reino você vai encontrar respostas, procure conhecer mais esta doutrina umbandista.
Caso tenha interesse conheça os cursos a distância no site ( www.ead.mataverde.org )

Desejamos muita paz, saúde, alegria e sucesso em sua vida.
Saravá!

São Vicente, 28/02/2012

Manoel Lopes – Dirigente do Núcleo Mata Verde ( www.mataverde.org )

Obs.:Reproduza a vontade este texto, somente não esqueça de citar a origem.



Provided by orange county short sale specialist